cro

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

[Filme] 10 Coisas que odeio em ti, de Gil Junger


Título Original: 10 things I hate about you
Título em Português: 10 coisas que odeio em ti
Realização: Gil Junger
Argumento: Karen McCullah, Kirsten Smith
Elenco Principal: Heath Ledger, Julia Stiles, Joseph Gordon-Levitt
Ano: 1999 | Duração: 97 min

Sinopse:
No primeiro dia de aulas no seu novo colégio, Cameron (Joseph Gordon-Levitt) perde-se de amores por Bianca (Larisa Oleynik), a fabulosa rapariga dos seus sonhos! O único problema é que Bianca está proibida de sair... se a sua temperamental irmã Kat (Julia Stiles) não a acompanhar! Numa tentativa de resolver o seu problema, Cameron desafia para uma saída o único rapaz que possivelmente poderá "emparelhar" com Kat: um misterioso rufia (Heath Ledger) com péssima reputação!

Opinião:
Eu sei, eu sei, isto não é um filme recente. Nem é um filme vencedor de óscares. Mas é um filme de que gosto muito – e que me faz rir num momento e ficar com lágrima no canto do olho no outro (sim, eu choro com facilidade com filmes).

Heath Ledger, a cantar, um bad boy com um coração de ouro – perfeito!

Este é o género de filme adolescente que agrada à maioria dos públicos infanto-juvenis, e não só. É um filme que nos prende, com a sua protagonista sarcástica e inteligente, disposta a contrariar tudo e todos, com a irmã que só quer ter um namorado e, sejamos sinceros, cuja inteligência se duvida um pouco, com o bad boy que afinal tem pouco disso, com uns rapazes mais nerds e uns que são os populares(aqueles que nós não gostamos).

Acho que foi das primeiras vezes que vi qualquer um destes actores, seja o Heath Ledger (também me lembro muito bem dele no Coração de Cavaleiro), o Joseph Gordon-Levitt ou qualquer outro dos actores e actrizes, que hoje reconhecemos com tanta facilidade.

Talvez uma das coisas mais marcantes para mim seja a famosa cena em que o Cameron (Joseph Gordon-Levitt) diz ao Patrick (Heath Ledger) “Sacrifice yourself on the altar of dignity and even the score.” – e sei que na primeira vez que vi o filme não estava nada à espera da cena seguinte. E, vocês vão-me perdoar se nunca viram o filme (vejam!), porque eu não resisto em deixar aqui essa mesma cena:




Cada vez que oiço a música só consigo imaginar o Heath Ledger a cantar e dançar no estádio e fico sempre com um sorriso na cara.

É um filme para nos fazer sentir bem, connosco mesmxs e com os outros, onde aprendemos que podemos ter as nossas opiniões e defendê-las, mas também aprendemos que somos seres sociais e que por mais badass que tentemos ser, haverá alguém como nós que nos aceitará como somos e verá através da armadura que criamos à nossa volta – amigxs, namoradxs, família – e isso far-nos-á sentir ainda mais felizes.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todxs são bem-vindxs a contribuir para este blog, mas apenas pedimos que o façam de forma respeitosa e coordenada.