cro

quarta-feira, 3 de junho de 2015

[Livro] Lost in the Ley Lines, de Kate Carson


Título Original: Lost in the Ley Lines
Título em Português: --
Série: The Ley Lines Series #2
Autor(a): Kate Carson
Editora: Snow Fox Publishing
Páginas: 66
Data de Publicação: 25 de Maio de 2015
Sinopse:
Left reeling from the Clan's departure into battle, Millie Canvers is running out of time to save the only family she's ever known. The fate of the MacKay and MacAllister clan hangs in the balance, and Millie has never felt more like an outsider to this time. But saving her friend Isabel from marrying the brutal Nicol MacKay is only the beginning of her troubles.. Millie isn't prepared for the consequences of her actions that set an unexpected, unstoppable course into motion for Cian. Will Millie gather the strength to fight for her budding relationship when she feels utterly Lost in the Ley Lines?
~ Recebemos este livro directamente da autora. Obrigada! ~

Opinião:
Eu não sou propriamente fã de romances históricos, mas estou a adorar a trilogia “The Ley Lines”. Assim que Kate me enviou o eARC de “Lost in the Ley Lines”, comecei a lê-lo de imediado. A forma como o primeiro livro terminou é atroz, eu tinha que saber o que se passaria a seguir. E o final deste livro é ainda pior – e digo isto de uma forma positiva. Eu vou morrer até ler o terceiro e último volume desta trilogia.

Neste volume, temos muitos mais momentos de Cian e Millie juntos. Eles são um casal tão fofo e perfeitos um para o outro. Ela é claramente uma rapariga do século XXI, e apesar de Cian ser totalmente um homem do século XIV, ele é um homem à frente do seu tempo. Ele é um pacificador; ele é honrado, fiel, tem valores e respeita as mulheres. Ele é exactamente o oposto do irmão, quem eu odeio profundamente.

Abraham está à parte de tudo o que se passa na história, mas isso não quer dizer que ele seja insignificante – antes pelo contrário. Ele tem pouco poder, o seu filho Brice é o chefe e quem toma as decisões do clã. Todas as vezes que Abraham aparece, ele está com Millia. Ele teve que dizer que ela era uma filha bastarda para que pudesse permanecer no castelo, depois de uns distúrbios causados por Millie. Esses momentos, entre Abraham e Millie, são ternurentos e fofos – e um pouco divertidos também. Eles são perfeitos como pai e filha. Eu gosto imenso dele. Ele é como um avô fixe, divertido e sábio.

O final… Eu nem consigo pensar nisso! Como é que Kate faz algo deste género? Okay, para ser sincera, algures a meio da história suspeitava que algo do género iria acontecer, mas… tinha esperança que...

Este livro é muito melhor que o anteior. Os meus sentimentos pareciam que estavam numa montanha russa. Eu ri, chorei e até gritei com algumas personagens. Quando terminei de ler, estava a pensar dar 4.5*, uma vez que é melhor que o primeiro volume, mas algo que gostei no primeiro livro, não achei tão bom neste. Eu disse na minha crítica a “Lass of the Ley Lines” (aqui) que tinha adorado a forma como conseguia ouvir o sotaque escocês tendo em conta a forma como estava escrito, mas neste segmento acho que a autora foi um pouco longe de mais. Tive que ler mais do que uma vez várias das falas porque não conseguia perceber o que queriam dizer. Basicamente, esta é a razão pela qual dou 4* em vez das 4.5*, ainda que fosse melhor que o livro anterior.


• Lass of the Ley Lines (The Ley Lines #1) (Joana)
• Lass of the Ley Lines (The Ley Lines #1) (Carla)
• Lost in the Ley Lines (The Ley Lines #2) (Joana)
• Lost in the Ley Lines (The Ley Lines #2) (Carla)
• Love in the Ley Lines (The Ley Lines #3) (Joana)
Love in the Ley Lines (The Ley Lines #3) (Carla)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todxs são bem-vindxs a contribuir para este blog, mas apenas pedimos que o façam de forma respeitosa e coordenada.