cro

sábado, 12 de março de 2016

[Livro] A perfeição de Fiona, de Marion Chesney

 Ler em Português      Read in English


Título em Português: A perfeição de Fiona
Série: The School For Manners #2
Autor(a): Marion Chesney
Editora: Edições Asa
Páginas: 240
Data de Publicação: 2 de Fevereiro de 2016

buy the book from The Book Depository, free delivery
Sinopse:
As formidáveis irmãs Tribble estão intrigadas. Por um lado, estão contentes por terem nas mãos mais uma jovem a quem preparar para a vida na alta-sociedade. Mas por outro, a sua nova cliente, Fiona Macleod, parece ser tudo menos intratável. Precisará mesmo da ajuda da Academia de Etiqueta? A lindíssima e abastada herdeira escocesa não tem um único defeito que se lhe aponte: é educada, graciosa, recatada, e fluente em italiano! Infelizmente, aos dezanove anos, ainda não arranjou marido, e é esse o plano de Mr. e Mrs. Burgess, tios e guardiões de Fiona. A única recomendação? Que ela se mantenha afastada de Lord Peter Harvard. Mas a verdadeira Fiona está prestes a revelar-se. E escolhe logo o seu primeiro baile para o fazer. Namorisca despudoradamente com os seus inúmeros pretendentes e aborda assuntos proibidos para qualquer jovem que se preze. Pois a verdade é que Fiona não tenciona casar-se... e nem mesmo as atenções de Lord Peter, o solteiro mais cobiçado da sociedade, a farão mudar de ideias. Mas quando as discussões acaloradas entre ambos dão lugar a beijos escaldantes, é possível que Fiona esteja prestes a reconsiderar...

Opinião:
Que desilusão. Que pena. O primeiro livro desta série foi tão amoroso e…este ficou aquém.

É uma história que se desenrola muito rapidamente, não há romance, as irmãs Tribble não foram tão divertidas, chegando até a roçar o serem irritantes.

Fiona tem imaginação, eu admito isso. Mas quanto ao romance dela com o Lord Peter Harvard, esse é inexistente. Sim, porque um romance implica mais do que um ou dois beijos, implica uma história entre duas personagens com início, meio e fim, e não apenas um início muito fraco, sem meio, e com um fim tão rápido que se fechássemos os olhos perdíamo-lo.

Effy, uma das irmãs Tribble, sempre foi um pouco irritante para mim. Amy, que é mais bruta, também o era, mas de uma forma mais mitigada devido ao seu carácter forte e resiliente. Neste livro, as irmãs deixam de nos dar aqueles momentos de descontracção e riso que deram no primeiro, mostrando que não basta actos mais idiotas para fazer o leitor divertir-se.

Se o livro tivesse mais acção entre o casal, se houvesse mais romance, se as irmãs tivessem tido verdadeiramente que lidar com uma rapariga difícil e se o livro mostrasse mesmo o que é que elas ensinam para as raparigas deixarem de ser “raparigas difíceis” para noivas elegíeis, isso sim melhoria a obra.

É com pena que não dou mais que esta pontuação final, apenas digo que estava indecisa entre as 2.5* e as 3* mas, sinceramente, foi demasiado fraco para as 3* completas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todxs são bem-vindxs a contribuir para este blog, mas apenas pedimos que o façam de forma respeitosa e coordenada.