cro

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

#GuestPost [Livro] A Maldição do Vencedor, de Marie Rutkoski (por Ana Sofia Brito)


É altura do #GuestPost do mês! Desta vez, a nossa convidada é a Ana Sofia Brito. Como vocês sabem, nós críamos um grupo no Goodreads, o Leituras do Pepita Mágica e temos tido todos os meses um desafio de leitura conjunta de um livro votado entre os membros do grupo. Em Dezembro, foi escolhido o livro A Maldição do Vencedor e depois da sua leitura falámos com a Ana, e ela aceitou fazer a sua crítica do livro para o nosso blog. Obrigada por te juntares a nós, Ana!

E agora, com os devidos créditos, aqui fica a crítica da nossa convidada, Ana Sofia Brito, no Pepita Mágica!



Título em Português: A Maldição do Vencedor
Série: The Winner's Trilogy #1
Autor(a): Marie Rutkoski
Editora: Topseller
Páginas: 320
Data de Publicação: 18 de Julho de 2016

buy the book from The Book Depository, free delivery
Sinopse:
Kestrel, jovem filha do poderoso general de Valoria, tem apenas duas opções: alistar-se no exército ou casar-se. Ela tem, no entanto, outras aspirações e procura libertar-se do seu destino, rebelando-se contra o pai.Num passeio clandestino pela cidade, Kestrel vai parar a um leilão de escravos, onde se depara com um jovem, Arin, que parece querer desafiar o mundo inteiro sozinho. Num impulso, ela acaba por comprá-lo — por um preço tão alto, que a torna alvo de mexericos na sociedade.
Arin pertence ao povo de Herrani, conquistado dez anos antes pelos Valorianos. Além de ser um ferreiro exímio, revela-se também um cantor extraordinário, despertando a curiosidade de Kestrel. Arin, contudo, tem um segredo, e Kestrel não tardará a descobrir que o preço que pagou por ele poderá custar muito mais do que aquilo que alguma vez imaginara.

Opinião:
Bem, para começar devo dizer que estava bastante expectante com este livro, é dos meus géneros preferidos e coloquei a expectativa bem alta.

Para minha tristeza, não foi um livro que estivesse à altura de tão altas expectativas.

Em primeiro porque achei-o bem paradinho, com muito pouca acção, a “guerra” foi curta e mal deu para percebê-la.

Em segundo lugar, a relação de Kestrel e Arin deixa muito a desejar, a interacção entre eles é muito fraca e o crescimento dos sentimentos entre eles pouco convincentes. Nada de “Uma linda história de amor proibido”.

E em terceiro, em muitas partes do livro achei-me perdida na história, alguns capítulos não foram bem desenvolvidos, algumas partes inacabadas, diálogos confusos...

Para compensar um pouco, gostei da personagem de Ronan, o pretendente engraçado e espero encontrar um belo triângulo amoroso no capítulo 2 desta saga.

Sim, apesar de me sentir desiludida e até um pouco frustrada, porque acho sinceramente que a história tinha tudo para um bom desenvolvimento e para ser um belo livro, fiquei também um pouco curiosa com o final deste livro e quero dar uma segunda oportunidade à Kestrel e ao Arin.

2 comentários:

  1. Obrigada eu pelo convite e já agora pela iniciativa... Espero puder contribuir em futuras leituras novamente :) Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada nós por teres aceite. Foi um prazer! :D

      Eliminar

Todxs são bem-vindxs a contribuir para este blog, mas apenas pedimos que o façam de forma respeitosa e coordenada.