cro

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

[Livro] Um final feliz, de Annie Darling

 Ler em Português      Read in English


Título em Português:Um final feliz
Série:Lonely Hearts Bookshop #1
Autor(a): Annie Darling
Editora: Quinta Essência
Páginas: 344
Data de Publicação: 18 de Outubro de 2016

buy the book from The Book Depository, free delivery
Sinopse:
Era uma vez, numa livraria de Londres em ruínas, uma rapariga chamada Posy Morland que passava a vida perdida nas páginas dos seus romances preferidos. Então, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja a Posy, ela tem de largar os livros e entrar no mundo real, pois Posy não herdou apenas um negócio com problemas, mas também as atenções indesejadas do neto de Lavinia, Sebastian, também conhecido como «o homem mais rude de Londres». Posy tem um plano astuto e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos – se ao menos Sebastian a deixasse em paz para conseguir trabalhar. Enquanto Posy e os amigos lutam para salvar a sua querida livraria, Posy é arrastada para uma batalha com Sebastian, com quem começou a ter algumas fantasias bastante escaldantes...
Como as suas heroínas românticas preferidas, irá também ela ter o seu «felizes para sempre»?


Opinião:
Um final feliz é uma ode aos amantes de romances de amor. Pode não ter a melhor das histórias, mas é sem dúvida daqueles livros em que alguém como eu, uma romântica incurável e fã de romances de amor e finais felizes, vai gostar, nem que seja pelas imensas referências que são feitas aos livros e autores (autoras na sua maioria) que se tornaram grandes favoritos.


Várias vezes durante a leitura do livro, vi-me a reler uma citação que reflectia na perfeição o meu amor por romances. Sim, acabam bem. Sim, podem não ser a literatura mais importante que anda por aí. Mas isso não lhe tira valor. “Cada livro prometia ao seu leitor que, fossem quais fossem as provações e tormentos que a vida lhes proporcionasse, continuavam a existir finais felizes no futuro” (Annie Darling, Um final feliz, p.338). Claro que percebemos que a vida não é assim – muitos criticam os leitores de romances pois vêem-nos como pessoas que vivem num mundo cor-de-rosa, onde tudo pode ser resolvido. O quanto se enganam.

Voltando à história do livro em causa. É verdade que este livro, para se enquadrar nos padrões acima referidos, acaba bem, sim. O que mais me deu prazer foi ver como as personagens lidaram com a morte de um ente querido, com as lembranças que apareciam de cada vez que se mexiam. A forma como lutaram para manter a livraria de Lavínia viva, com romances, ainda por cima! Que prazer me daria ir a tal sítio! Ficaria com a carteira vazia, sem dúvida.

Sebastian não foi a minha personagem favorita – correcção, o Sebastian do nosso mundo não foi a minha personagem favorita. Se lerem o livro irão perceber do que estou a falar.

A Posy tornava-se por vezes algo irritante, mas acaba por se redimir pela voracidade e a vontade de lutar que tinha e transmitia aos que a rodeavam.

As melhores personagens foram os outros empregados da livraria. Espero verdadeiramente ler as suas histórias nos próximos livros.

Acima de tudo, gostei de ver a interacção entre as várias personagens e a maneira como reagiam e eram tão diferentes entre si mas conseguiam trabalhar juntos e criar ligações de amizade.

O livro não é nada de extraordinário mas ganha pontos pela maneira como a autora expressa o seu amor pelos mesmos romances que me aquecem o coração. Mal posso esperar por ler os próximos e encontrar mais citações que se enquadrem perfeitamente comigo.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Todxs são bem-vindxs a contribuir para este blog, mas apenas pedimos que o façam de forma respeitosa e coordenada.